quinta-feira, 19 de julho de 2018

ÀS VÉSPERA DO BACABAL FOLIA, SERVIDORES DA SÁUDE PARALIZAM SUAS ATIVIDADES E ANUNCIAM INICIO DE GREVE GERAL POR TEMPO INDETERMINADO.



70% dos servidores que atuam na prestação de serviços essenciais de saúde pública no município de Bacabal estão de braços cruzados desde as primeiras horas de hoje, dia 19. A medida extrema se da após negociações frustradas com o secretário de saúde Silas Duarte, que apesar da boa vontade, não teve autonomia para resolver o problema do não pagamento dos funcionários.

A alegação de que “o governo provisório comandando por José Sarney, João Alberto e Roberto Costa ainda não possuem acesso total às contas bancarias” não tem convencido mais, pois, a Caixa Econômica Federal se pronunciou, em resposta ao oficio nº22/2018 enviado pelo Sindicato dos Funcionários Públicos de Bacabal, afirmando que os ordenadores de despesas indicados pelo prefeito interino Edvan Branão já estão com as senhas das contas, inclusive realizando movimentações financeiras.

GREVE GERAL EM PLENO BACABAL FOLIA

Se até às 18hs de hoje o pagamento não for efetuado todos os funcionários da saúde irão efetivamente entrar em greve geral por tempo indeterminado até que Sarney, João Alberto e Roberto Costa autorizem o prefeito Edvan Branão a pagar o povo.  O mais trágico e preocupante de tudo isso é o fato dessa greve ter a possibilidade de ser deflagrada em pleno Bacabal folia, evento carnavalesco que movimenta a cidade e atrai milhares de foliões e principalmente turistas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário